Malefícios do Trigo Para a Nossa Saúde

Malefícios do Trigo

Malefícios do trigo – A nossa base sempre será a dieta low carb que se baseia em alimentação saudável e dispensa produtos processados e que fazem mal á saúde, mesmo que a longo prazo; falamos isso pois as vezes, um alimento parece inofensivo, mas com o passar do tempo; traz prejuízo irreversíveis à nossa saúde.

Por que nunca havíamos pensado que a farinha de trigo (e outros grãos) pudesse causar tantos problemas em algumas pessoas?

Alguma vez, em sua dieta normal ou em regimes para perda de peso, você eliminou completamente a farinha de trigo (e outros alimentos com glúten) da dieta? A resposta mais provável é NÃO. Por este simples motivo, não conhece como é a vida sem ela e não sabe se você se sentiria muito melhor, com mais energia e livre de sintomas como dores de cabeça, coceiras e outros.

Testar esta hipótese é fácil: basta passar um mês sem pães, massas, bolos e tudo mais que contiver farinha de trigo. Importante também evitar outros grãos que são considerados saudáveis, inclusive integrais e soja (mas falar sobre ela exije um outro post).

Veja Também:

Malefícios do trigo – Ganho de peso (ou dificuldade de perdê-lo): o efeito mais visível do consumo de farinha de trigo

Provavelmente você já sabe que cortar tais alimentos da dieta ajuda muito na perda de peso. A evidência éMalefícios do Trigo empírica e não há muita discussão. Porém, talvez seja importante entender o porquê disso. Primeiramente, o amido do trigo que consumimos hoje é de um tipo (amilopectina A) que é digerido muito rápido. Mas muito mesmo. Tanto que o pico de glicose no sangue é maior do que consumir a mesma quantidade de açúcar refinado (sacarose).

O que você provavelmente não sabe vem depois: no processo de digestão, a quebra do glúten gera polipeptídeos classificados como exorfinas. Esse nome é familiar, não? Exorfinas, endorfinas… Pois bem, estas exorfinas atuam no cérebro causando sensação de prazer e, com o consumo continuado e crescente, vício. Cria-se um ciclo vicioso em que o cérebro “demanda” maior consumo para gerar mais prazer. Você acaba comendo mais de um alimento que engorda.

Faça as contas.

Malefícios do trigo – A vida sem trigo pode trazer outros benefícios

Considere-se muito sortudo por não ter doença celíaca. O consumo de quantidades mínimas de glúten por celíacos causa dores abdominais fortíssimas, diarréias e dores de cabeça. Se você não é celíaco, tampouco quer dizer que o trigo não afeta negativamente sua saúde.

Segundo alguns autores, o consumo de glúten está associado ao desenvolvimento de doenças auto imunes (como lúpus e artrite reumatóide por exemplo) e sintomas incômodos que mostram que algo não vai bem com sua saúde (como enxaquecas, rinite, coceiras, dores de barriga, dores nas juntas e articulações entre outros). A explicação vem do fato que a gliadina, uma das proteínas do glúten, aumenta de forma significativa a permeabilidade intestinal, fazendo com que proteínas inteiras adentrem nossa corrente sanguínea, um lugar no qual elas nunca deveriam ter acesso. Isso normalmente causa um belo estrago à nossa saúde.

Malefícios do trigo – Então quer dizer que farinha de trigo é veneno?

Calma lá. Uma distinção importante é necessária aqui. Não estamos de forma alguma implicando que o consumo de farinha de trigo causa consequências imediatas que podem matar alguém. Por outro lado, é possível que seu consumo continuado vá acumulando efeitos negativos à saúde ao longo dos anos. É um efeito crônico e não agudo, diferente daquele trazido por tomar veneno de rato, por exemplo.

De qualquer forma, nos faz pensar se a vida sem farinha de trigo (e outros alimentos com glúten) não seria muito melhor, não?